+ info

Espaços Religiosos

São inúmeros os templos religiosos existentes no concelho. Destacamos alguns deles pelo valor arquitetónico e histórico dos edifícios.

Igreja de Santa Maria da Graça (Sé de Setúbal)

Originalmente erguida no século XIII, no estilo romano-gótico, foi reconstruída no século XVI.

Duas torres, altas e robustas, ladeiam a fachada imponente, com entrada num portal serliano.

Dentro do templo destacam-se as colunas da ordem toscana, com frescos de finais do século XVIII, o teto da segunda metade do mesmo século, os altares colaterais, a talha dourada da capela-mor e os azulejos do final também do século XVIII.

Igreja de São Julião

A fundação remonta ao século XIII mas, danificada pelos vários terramotos que ocorreram na região, foi fortemente modificada durante os séculos XVI e XVIII.

Até aos dias de hoje sobreviveram dois portais do período de reconstrução Manuelino.

Além da capela.mor, no interior sobressai o silhar de azulejo que narra a história de São Julião

Igreja de São Simão 

Situada em Vila Fresca de Azeitão, esta igreja data do século XVI.

A configuração atual deve-se às inúmeras remodelações realizadas, em parte devido aos terramotos ocorridos na região.

Destaca-se pelo revestimento azulejar – típico do século XVII – que cobre totalmente as paredes.

É uma das igrejas mais procuradas para a realização de cerimónias como o batismo ou casamentos.

Igreja de São Lourenço

A igreja de São Lourenço situa-se em  Vila Nogueira de Azeitão e apesar da edificação original remontar ao século XIV, a atual construção data do século XVI.

A simplicidade exterior contrasta com o interior rico em azulejos, com pinturas alusivas à vida de São Lourenço.

Em 1938 foi classificada como “imóvel de interesse público”.

Igreja do Convento de Jesus

A Igreja de Jesus é considerada como o primeiro ensaio em Portugal de igreja-salão, projetada como um espaço unitário e isótropo, ou seja, homogeneamente iluminado.

A primeira cabeceira da igreja estaria concluída em 1495, aquando da morte de D. João II, o corpo foi terminado pouco tempo depois, contando já com o patrocínio de D. Manuel, que determinou serem erguidas três naves abobadadas, em vez da projectada nave única com teto de madeira. 

Igreja de São Sebastião

A antiga Ermida de S. Sebastião foi fundada por volta de 1490, com o contributo dos pescadores e outros devotos da vila de Setúbal. Essa construção religiosa situava-se ao centro do actual Largo do Miradouro; com o terramoto de 1755, ficou bastante danificada, acabando por ser demolida entre 1849 e 1857.

Na antiga Ermida foi instituída a freguesia de S. Sebastião, criada por carta arquiepiscopal de 1553 e aí se manteve até 1821, altura em que por degradação do templo, se transferiu para a Igreja dos Grilos e, posteriormente, para a igreja do extinto Convento de S. Domingos, atualmente matriz da freguesia.

Na igreja destaca-se a decoração do interior, ao gosto neo-clássico.

Museus

Museus

Espaços Culturais

Espaços Culturais

Património

Património

Arte na Rua

Arte de Rua

10jun(jun 10)00:0014(jun 14)00:00EXIB Music '20

25julAll Day09agoFeira de Sant'iago 2020

25julAll Day09agoFeira de Sant'iago 2020

02out(out 2)00:0005(out 5)00:00Setúbal Wine & Flavours '20

09outAll Day11Arrábida Walking Festival

X